Conheça os Túmulos de Famosos Mais Visitados no Mundo

Algumas pessoas marcam bastante um lugar ou uma época. E essa fama se estende mesmo para depois da morte da pessoa. Por isso, mesmo que você não tenha tido a oportunidade de conhecer uma pessoa em vida, poderá fazer isso depois da morte.

No mundo todo existe uma curiosidade em conhecer o último descanso de diversas personalidades. Muitos vão para se lembrar de seus feitos em vida. Outros para buscar inspiração. Grande parte, apenas por uma certa curiosidade.

Por isso, preparamos essa lista com os túmulos de famosos mais visitados do mundo. Confira abaixo!

Os 7 Túmulos de Famosos Mais Visitados do Mundo

  • Princesa Diana de Gales (1961–1997) – Althrop, Northamptonshire, Inglaterra

Diana Spencer ou Lady Di se casou com Charles, herdeiro do trono inglês em 81. Mas foi seu trabalho com a caridade que a tornou famosa no mundo todo.


Depois de seu trágico acidente em 97, seus restos mortais foram levados para a casa de campo de sua família, a 120 km de Londres, onde estão em uma ilha no centro de um lago. Por ser uma propriedade privada, o casarão e a ilha ficam abertos poucos dias ao ano, recebendo milhares de pessoas.

  • Michael Jackson (1958–2009) – Forest Lawn, Los Angeles, Estados Unidos

Depois de emplacar sucessos musicais, desde a infância, e revolucionar a indústria da música, Michael Jackson, sem dúvidas, merece o título de Rei do Pop.


Após sua morte, por uma overdose acidental de remédios, Michael foi enterrado em um mausoléu, no centro do cemitério mais famoso de Los Angeles, onde também estão Elizabeth Taylor, Paul Walker e Walt Disney. A necrópole é aberta ao público, porém, o acesso ao mausoléu é restrito apenas à família.

 

  • Vladimir Lênin (1870–1924) – Mausoléu de Lênin, Moscou, Rússia

Tendo papel decisivo na Revolução Russa de 1917 e fundação da União Soviética, Lênin foi um dos políticos mais influentes do século XX.

Uma curiosidade é que Lênin queria ser cremado, com suas cinzas espalhadas ao vento, para que seu corpo não virasse objeto de culto. Nenhum de seus desejos foi respeitado.E seu local de seu túmulo é impressionante. Sua múmia está localizada na Praça Vermelha, em um edifício em forma de pirâmide dedicado exclusivamente a ele. Semelhante à arquitetura grega antiga, o lugar ainda conta com dois andares subterrâneos. A entrada é gratuita.

 

  • Oscar Wilde (1854–1900) – Père Lachaise, Paris, França

Um dos maiores escritores e dramaturgos do Século XIX, Wilde é cultuado mesmo depois da morte.


Entre os danos à estátua, foi notado o sumiço de seu chamativo pênis. Mais tarde, ele foi encontrado sendo usado pelo administrador do cemitério. Como peso de papel.Seu túmulo é visitado por milhares de pessoas todo ano. E tem algumas histórias curiosas. Se tornou costume colocar cadeados sobre seu túmulo e beijar a escultura de um anjo sobre ele, deixando marcas de batom. Os danos à estátua, por conta disso, fizeram a administração levantar uma proteção de vidro. Mas os beijos não pararam.

 

  • Jim Morrison (1943–1971) – Père Lachaise, Paris, França

Um dos maiores músicos de sua geração, o vocalista do The Doors foi sepultado na cidade em que morreu de uma suposta overdose. Divide o cemitério com Chopin, Edit Piaf, Alan Kardéc e o próprio Oscar Wilde.

Sua lápide é sem marcação ou ornamentos. Entretanto é uma das mais visitadas. Tanto que grades de metal tiveram de ser colocadas, para evitar vandalismo.

  • Bob Marley (1945–81) – Igreja de Nine Mile, Jamaica

Mostrando o reggae ao mundo Bob Marley inspirou músicos de todos os lugares antes de morrer por conta de um melanoma em seu pé.


Tanto a casa em que nasceu quanto a igreja de arquitetura etíope onde está sepultado, na cidade de Nine Mile, onde nasceu, tornaram-se locais de visitação. Marley foi enterrado num mausoléu de mármore junto com sua guitarra.

  • Túmulo do Soldado Desconhecido (1920) – Abadia de Westminister, Londres, Inglaterra

Vários lugares do mundo possuem monumentos com esse nome. Só no Brasil, são 2. O mais famoso está na Abadia de Westminister, na Inglaterra. Lá foi enterrado um soldado não identificado para homenagear todos os que lutaram pelo Reino Unido na Primeira Guerra Mundial.

Esses monumentos, contendo ou não corpos, servem para homenagear aqueles soldados que morreram em guerras e não tiveram seus restos mortais resgatados. Assim como todos aqueles que lutaram pelo país, de forma geral.

Os 7 Túmulos de Famosos Mais Visitados do Brasil

  • Carmen Miranda (1909–55) – São João Batista, Rio de Janeiro

Famosa no mundo todo, a pequena notável levou o samba através de suas músicas e filmes para Europa e, especialmente, para os Estados Unidos.

Faleceu de um infarto fulminante aos 46 anos. Seu túmulo é bastante simples, contendo a representação dos mapas da América, onde fez carreira, e da Europa, onde nasceu.

 

  • Luís Carlos Prestes (1898–1990) – São João Batista, Rio de Janeiro

Foi militar e importante político brasileiro, sendo presente em diversos momentos da história da República.

Quando faleceu, em 1990, foi seu cortejo fúnebre foi acompanhado de imensa multidão. Seu túmulo é bastante discreto, em comparação com outros do cemitério. O local ainda conta com os jazigos de Cazuza, Santos Dumont e Tom Jobim.

 

●   Ayrton Senna (1960–94) – Cemitério do Morumbi, São Paulo

Ayrton Senna da Silva ficou conhecido, internacionalmente, como um dos maiores pilotos do Brasil, sendo tricampeão mundial de Fórmula 1. Faleceu durante o GP de Ímola, na Itália, vítima de um acidente.

Segundo a administração do cemitério, seu túmulo é um dos mais visitados, contendo fotos e mensagens de seus fãs até hoje. No cemitério do Morumbi, os túmulos não ficam expostos acima do chão, dando a impressão que o local todo é um grande gramado.

 

●   Hebe Camargo (1929–2012) – Cemitério Gethsêmani, São Paulo

Hebe Camargo ficou conhecida como a rainha da TV brasileira, por ter dedicado boa parte de sua carreira artística aos ofícios de atriz e de apresentadora. Também foi cantora.

Faleceu, em 2012, de parada cardiorrespiratória enquanto dormia. Foi enterrada no túmulo da família, no Morumbi, onde só é possível ver uma placa com os nomes das pessoas. É um dos mais visitados e homenageados do local.

 

●   Chico Xavier (1910–2002) – Cemitério São João Batista, Uberaba

Francisco Cândido Xavier foi um dos mais famosos líderes religiosos brasileiros e maior divulgador do espiritismo no país. Morreu, em 2002, vítima de infarto.

Seu mausoléu conta com um busto do médium do lado de fora. Segundo o Ministério do Turismo, por semana, o local recebe 2500 visitantes.

 

●   Grande Otelo (1915–93) – Cemitério de São Pedro, Uberlândia

Sebastião Bernardes de Souza Prata, o Grande Otelo, foi um dos maiores artistas do Brasil, destacando-se como ator, comediante, compositor e produtor.

Enquanto viajava para ser homenageado no Festival de Nantes, em Paris, faleceu de ataque cardíaco. Seu túmulo é simples, contendo, apenas um busto de Otelo como ornamento. Porém é o mais visitado do local.

 

● O Túmulo das 13 Almas (1974) – Cemitério São Pedro, São Paulo

Na verdade, são 13 túmulos, que partilham uma mesma lápide, onde está escrito “As 13 Almas”. Tratam-se de 13 corpos, não identificados, encontrados em um elevador após o incêndio do Edifício Joelma.

Segundo relatos de zeladores, por vezes, ouvem-se gritos vindos dos túmulos, que precisam ser aplacados com água. Além disso, diversos milagres são atribuídos às 13 Almas. Fenômenos sobrenaturais também foram relatados durante o incêndio e no Edifício Praça da Bandeira, onde ficava o Joelma.

×