Tipos de cemitério: conheça cada um deles

Tipos de cemitério: conheça cada um deles

Os cemitérios existentes vão muito além dos tradicionais cemitérios horizontais. Além destes, onde os túmulos são dispostos lado a lado em uma área de terra específica, existem ainda os cemitérios verticais e os jardins ou parques. O enterro é o destino mais tradicional para os indivíduos que partem, e, de uma forma especial, é onde o ente que partiu terá sua memória representada, sendo um ponto de reencontro entre familiares e amigos próximos. Nem sempre o enterro é a opção escolhida para destinar um indivíduo falecido; também é possível o ser humano optar, ainda em vida, pela cremação, como aborda o artigo “Processo de cremação”. Porém, ainda é a forma mais comum de abrigar um indivíduo que partiu, e, portanto, abordaremos abaixo os tipos de cemitério que podemos encontrar. Cemitério horizontal O cemitério horizontal é a forma mais comum e mais antiga, dentre os tipos de cemitério existentes. Nele, os cadáveres, geralmente acolhido em caixões, são dispostos em covas – escavações profundas na terra – e cobertos por estruturas de pedras, que dão o acabamento externo à área onde o defunto está enterrado. Esses acabamentos em pedras – os túmulos – são bastante curiosos em cemitérios mais antigos, onde grandes construções, estátuas e mausoléus compõem sua estrutura. Um local de reencontro   O cemitério horizontal é, geralmente, o mais procurado por representar um espaço onde familiares e amigos podem estar, de tempos em tempos, de volta à companhia do ente falecido. Nele, é possível ficar em torno do túmulo da pessoa que partiu, fazer a manutenção dele – o que representa uma atitude de carinho e cuidado com a pessoa...
Qual é a profundidade de uma sepultura?

Qual é a profundidade de uma sepultura?

A sepultura é a ação de sepultar ou enterrar os mortos. O sepultamento pode ser considerado o ato de se despedir de alguém que faleceu e isso ocorre, no geral, por meio de um enterro. A cova é um sinônimo de sepultura e a palavra significa “local onde são enterrados os falecidos ou cadáveres”. Outra palavra que é sinônimo de sepultura é jazigo, que é a edificação colocada sobre a cova. Quando a peste bubônica matou milhares de pessoas na Inglaterra, foi criada a regra de que as vítimas seriam enterradas a 6 pés de profundidade ou a sete palmos, algo em torno de 1,80 m. Mas, a profundidade de uma sepultura mudou no decorrer da história da humanidade. No Brasil, a profundidade de uma sepultura para um adulto é de 1,70 m. Uma cova possui normalmente, 2,20 m de comprimento e 0,80 m de largura. Para as crianças, as sepulturas têm cerca de 1,50 de profundidade e 50 centímetros de largura. Antigas sepulturas As sepulturas antigas do Egito eram chamadas de “casa da eternidade”. Existem muitas sepulturas ao longo do Rio Nilo, datadas das mais variadas épocas e períodos. Os locais onde os mortos do Antigo Egito eram enterrados passaram por muitas mudanças com o passar dos tempos. As primeiras sepulturas eram simples e modestas. Mas, com a evolução, os egípcios  começaram a construí-las com tijolos e revestidos externos. Com o desenvolvimento arquitetônico, surgiram as pirâmides, nas quais muitos mortos foram sepultados e embalsamados. Tipos de sepulturas Com o passar do tempo, a população mundial cresceu de forma exagerada, com isso, aumentaram também o número de mortos. Dentro...
O que é Certidão de Óbito? Descubra

O que é Certidão de Óbito? Descubra

Quando uma pessoa morre, além de todas as implicações emocionais, seus entes queridos também precisam lidar com as implicações legais. Em meio aos múltiplos documentos necessários após o falecimento de uma pessoa, destaca-se a certidão de óbito. Sendo assim, para que você entenda melhor a natureza e a função desse importante documento, preparamos esse guia completo sobre a certidão de óbito. Além disso, também falaremos todos os passos de como obter esse documento. Continue lendo para saber mais! Quando uma pessoa morre, além de todas as implicações emocionais, seus entes queridos também precisam lidar com as implicações legais. Em meio aos múltiplos documentos necessários após o falecimento de uma pessoa, destaca-se a certidão de óbito. Sendo assim, para que você entenda melhor a natureza e a função desse importante documento, preparamos esse guia completo sobre a certidão de óbito. Além disso, também falaremos todos os passos de como obter esse documento. Continue lendo para saber mais! O Que É a Certidão de Óbito? A certidão de óbito é um documento com valor legal, emitido para a família quando uma pessoa falece. Esse documento também serve parar o registro geral, marcando o fim dos direitos e deveres civis e judiciais do falecido. Em uma certidão de óbito devem ter, entre outros dados, a data e hora do falecimento, o estado civil do falecido e a relação de nome e idade de seus descendentes. Além disso, também devem constar a presença ou não de bens e herdeiros, além do fato da pessoa ser eleitora ou não, e, principalmente, a causa e a natureza da morte (violenta ou natural). Para Que Serve...
Quanto Custa um Enterro em Média? Principais Gastos

Quanto Custa um Enterro em Média? Principais Gastos

Um setor da economia brasileira que não sofre com crises econômicas é o chamado “mercado da morte”. Isso porque, todos os dias, muitas pessoas morrem pelos mais diversos motivos. A única certeza que temos na vida é a morte, sendo assim, pensar nela é algo inevitável. Apesar de ser angustiante, é necessário se preparar para o momento de despedida, inclusive, é muita gente faz um planejamento financeiro para esse momento. Nesse contexto, muita gente se pergunta quanto custa um enterro em média, então, para ajudá-los, preparamos essa matéria sobre o assunto. Confira a seguir! O Mercado funerário Quando se fala em organização financeira, existe algo que não muda. Existindo crise financeira ou não, as pessoas continuam morrendo e o mercado funerário se torna imune a certos impactos econômicos. O mercado do setor funerário é responsável pelo em emprego direto de, pelo menos, 50 mil pessoas no Brasil e, de acordo com o Sindicato dos Cemitérios e Crematórios Particulares do Brasil (SINCEP), são movimentados cerca de R$7 bilhões ao ano. Então, vamos lá: quanto custa um enterro no Brasil? De acordo com a Associação Brasileira de Empresas e Diretores do Setor Funerário (ABREDIF), o custo médio de um enterro no Brasil é de R$2.500,00. Sem falar que depois que a pessoa é enterrada ainda existe o custo de manutenção do túmulo que precisa ser pago. Na capital de São Paulo, por exemplo, o custo de manutenção deve ser pago durante três anos após o enterro. O valor mensal a ser pago pela manutenção varia entre R$85,00 e pode ultrapassar R$500,00, dependendo da localidade. Pessoas que optam por cemitérios particulares também...

Conheça os Túmulos de Famosos Mais Visitados no Mundo

Algumas pessoas marcam bastante um lugar ou uma época. E essa fama se estende mesmo para depois da morte da pessoa. Por isso, mesmo que você não tenha tido a oportunidade de conhecer uma pessoa em vida, poderá fazer isso depois da morte. No mundo todo existe uma curiosidade em conhecer o último descanso de diversas personalidades. Muitos vão para se lembrar de seus feitos em vida. Outros para buscar inspiração. Grande parte, apenas por uma certa curiosidade. Por isso, preparamos essa lista com os túmulos de famosos mais visitados do mundo. Confira abaixo! Os 7 Túmulos de Famosos Mais Visitados do Mundo Princesa Diana de Gales (1961–1997) – Althrop, Northamptonshire, Inglaterra Diana Spencer ou Lady Di se casou com Charles, herdeiro do trono inglês em 81. Mas foi seu trabalho com a caridade que a tornou famosa no mundo todo. Depois de seu trágico acidente em 97, seus restos mortais foram levados para a casa de campo de sua família, a 120 km de Londres, onde estão em uma ilha no centro de um lago. Por ser uma propriedade privada, o casarão e a ilha ficam abertos poucos dias ao ano, recebendo milhares de pessoas. Michael Jackson (1958–2009) – Forest Lawn, Los Angeles, Estados Unidos Depois de emplacar sucessos musicais, desde a infância, e revolucionar a indústria da música, Michael Jackson, sem dúvidas, merece o título de Rei do Pop. Após sua morte, por uma overdose acidental de remédios, Michael foi enterrado em um mausoléu, no centro do cemitério mais famoso de Los Angeles, onde também estão Elizabeth Taylor, Paul Walker e Walt Disney. A necrópole é aberta...
×